Bragança

Destino de férias de cidade
Fotos de: Bragança
Mapa de localização
Aeroportos
Hotéis e outros Alojamentos
O que visitar
Onde Comer
World Nomads
O Seguro de viagem com as maiores coberturas

Outros destinos turísticos em:
Portugal
Portugal
Algarve - Portugal
Baixo Alentejo
Ilha da Madeira
Ilha das Flores - Açores
Ilha de Santa Maria - Açores
Ilha de São Jorge - Açores
Ilha de São Miguel - Açores
Ilha do Corvo - Açores
Ilha do Faial - Açores
Ilha do Pico - Açores
Ilha Graciosa - Açores
Ilha Terceira - Açores
Albufeira
Alvor - Algarve
Armação de Pera
Aveiro
Barcelos, Minho
Braga
Burgau - Algarve
Cabanas de Tavira
Caldas da Rainha
Caminha, Minho
Praia do Carvoeiro - Algarve
Cascais - Portugal
Castelo de Vide
Coimbra
Comporta
Costa da Caparica
Covilhã
Ericeira - Portugal
Esposende, Minho
Estoril - Portugal
Évora
Faro - Algarve
Fátima
Figueira da Foz
Foz do Arelho
Funchal
Fuzeta - Algarve
Gerês
Guarda
Guimarães
Ilha de Armona
Ilha da Culatra
Ilha do Farol - Algarve
Ílhavo, Aveiro
Lagos - Algarve
Lisboa - Portugal
Termas do Luso
Marvão - Portugal
Mértola
Mina de São Domingos
Monsanto
Monsaraz, Alentejo
Monte Gordo
Nazaré - Portugal
Óbidos
Olhão - Algarve
Olhos de Água - Algarve
Peniche
Peso da Régua
Piódão
Portimão, Algarve
Porto - Portugal
Porto Covo
Ilha de Porto Santo
Praia da Arrifana
Praia da Luz - Algarve
Praia da Rocha
Senhora da Rocha, Algarve
Quarteira
Quinta do Lago - Algarve
Sagres - Algarve
Salema - Algarve
São Martinho do Porto
São Pedro de Moel
Serra da Estrela
Sesimbra
Setúbal
Sintra - Portugal
Tavira - Algarve
Tróia, Portugal
Vale do Garrão
Vale do Lobo - Algarve
Valença do Minho
Vila do Bispo
Vila Nova de Milfontes
Vila Praia de Âncora
Vila Real de Santo Antonio, Algarve
Vilamoura - Algarve
Zambujeira do Mar

Bragança
Bragança é uma cidade portuguesa, capital do distrito homónimo, na sub-região de Alto Trás-os-Montes, na Região Norte de Portugal. É sede do oitavo município português em extensão, com 1 173,57 km², subdividido em 39 freguesias.

O município é limitado a norte e leste por Espanha (províncias de Ourense e Zamora), a sueste pelo município de Vimioso, a sudoeste por Macedo de Cavaleiros e a oeste por Vinhais sendo das cidades de Portugal Continental a mais setentrional (que fica mais a Norte).

Os celtas baptizaram a cidade, fundada no século II a.C., com o nome de Brigância, que se foi latinizando até passar a ser "Bragança". Este nome é a origem do gentílico mais comum: brigantino.
Turismo
O concelho de Bragança é atrtivo pela riqueza das suas tradições e do seu artesanato. Assim, ao longo do ano, especialmente no Natal, no Entrudo e na Páscoa, o visitante pode contar com festas muito animadas. Duas das tradições que, ainda hoje, se mantêm e que mais se destacam são as Festas dos Rapazes e a Festa dos "Caretos" ou Máscaras.

O Artesanato de Bragança está a ser preservado e divulgado em algumas das freguesias do concelho, evitando que esta tradição tão antiga caia no esquecimento dos mais jovens. Desta forma, o turista que se interessar por este domínio poderá encontrar: trabalhos de cobre, burel, couro e madeira, assim como trabalhos de tecelagem, cestaria e olaria. As célebres máscaras são fabricadas com madeira, couro, lata e cortiça.

O visitante que tiver dedicado algum do seu tempo à descoberta deste acolhedor concelho, não poderá partir sem degustar as delícias gastronómicas típicas da região, representadas nos diversos restaurantes locais.

O concelho de Bragança, repleto de história e de património, merece, por todas as suas caraterísticas e potencialidades, uma visita mais atenta que permita descobrir as verdadeiras riquezas desta região tipicamente transmontana.

Complementarmente, oferece um enquadramento paisagístico fabuloso, destacando-se, evidentemente, o Parque Natural de Montesinho, com um conjunto de paisagens e serviços de alojamento, desporto e lazer muito diversificado, ideal para um período de férias em contacto com a natureza.
Gastronomia
A gastronomia do concelho de Bragança é em tudo semelhante à da restante Terra Fria Transmontana. Carateriza-se, quer pela elevada qualidade dos produtos que utiliza, quer pela relativa simplicidade dos processos de elaboração.

Assenta essencialmente nos enchidos regionais (o fumeiro), encontrando-se o presunto as alheiras (também designadas de tabafeias), o salpicão e o butelo entre os mais afamados representantes.

É da abundância de fumeiro que resulta por ocasião das festas Pascais o “Folar” – pão de ovos recheado de enchidos.

De entre os pratos típicos salientam-se a conhecida posta mirandesa – esse naco de vitela, generosidade natural – que pode ser encontrada nos principais restaurantes; o cozido e a feijoada à transmontana e ainda as trutas – esse digno e bravo peixe das ribeiras virtuosas – confeccionadas das mais diversas maneiras.

Dos valentes e leais castanheiros resultou, além dos dias de S. Martinho, o caldo de castanha com batatas, nabos e unto, ou a carne de porco estufada com castanhas. E, em qualquer altura pode empaturrar-se, antes do regresso ao hotel ao abrigo de montanha, com bifes de presunto de cebolada, salpicão assado com grelos cozidos, frango albardado, bacalhau cozido com batatas e tronchos de couve penca ou bacalhau assado com pão centeio, rabas guisadas com ovos, bocados de coelho com molho vilão, leitão “torradeiro”, os rojões e os milhos à transmontana.

Menos conhecida, as cascas ou casulas, prato elaborado à base de vagens secas de feijão sujeitas a uma cozedura prolongada, constituem também um excelente acompanhamento de inverno, principalmente para os butelos.

Curioso é igualmente o gosto existente na região pelo polvo, que substitui, aliás, o bacalhau, como prato de honra na noite de Consoada. Cozinhado no pote, constitui um dos petiscos mais apreciados nas feiras e nas festas.

A doçaria será porventura a faceta menos diversificada da gastronomia da região. Destacam-se, contudo, os folares da Páscoa, os ovos doces, consumidos com pão, o bolo de mel, as rosquilhas e as súplicas. Estas últimas, possuem a particularidade de serem confeccionadas à base de apenas três ingredientes: Açúcar, farinha e ovos.
Clima
Bragança tem um clima temperado, com influências tanto continentais como atlânticas. O verão é tipicamente quente e seco e os dias costumam ser soalheiros, durante as ondas de calor a temperatura pode passar dos 35 graus Celsius. Durante este período a precipitação é escassa e a maior parte da que cai é devido a trovoadas de fim de tarde. O inverno é longo, frio e húmido e é nesta estação que se encontram os meses mais chuvosos. Apesar disso, longos períodos com dias de sol não são incomuns. É das cidades portuguesas em que mais neva, no entanto esta pode variar bastante de ano para ano, de invernos com menos de 5 dias de neve para com mais de 20 dias.

Outros destinos turísticos mundiais

Mykonos - Grécia
Grécia
Krabi - Tailândia
Tailândia
Ilha de Santa Lucia, Caraíbas
Santa Lúcia
Goa, India
Índia

Destinos de cidade e escapadelas de fim de semana

Roma - Italia
Itália
Auckland
Nova Zelândia
Nampula, Moçambique
Moçambique
Santiago de Compostela
Espanha
Porquê reservar com CLUBE TRAVEL
Os melhores preços
As nossas parcerias com os maiores operadores mundiais, oferecem uma pesquisa dos melhores preços de mercado.
Mais opções
No Rotas Turísticas pode reservar o hotel, comprar a passagem aérea, reservar o transfer do aeroporto para o hotel e vice-versa, reservar as excursões locais, alugar o carro, fazer o seguro de viagem e consultar os locais a visitar e onde ir
Dicas & Destinos de férias
Centenas de destinos de férias com todas as opções que lhe permitem facilmente escolher o destino que melhor combina com as suas férias de sonho.


Siga-nos nas redes sociais